Tabela IRRF 2020: Alíquotas, Cálculo IRPF, Atualizado

A tabela IRRF 2020 faz referência ao Imposto de Renda Retido na Fonte, e tem como principal objetivo auxiliar aos contribuintes deste imposto no momento da declaração. Ainda não sabe como funciona a tabela IRRF 2020? Continue nos acompanhando e confira todas informações sobre a mesma! 

Tabela IRRF 2020

Tabela IRRF 2020

Ao longo de todo este post, você terá acesso à informações importantes sobre a tabela do IRRF. Siga nos acompanhando para não perder nenhum detalhe! 

Tabela IRRF 2020

A sigla IRRF diz respeito ao Imposto de Renda Retido na Fonte. A tabela do IRRF é utilizada pelas empresas para fazer o cálculo do valor do salário do empregado, bem como também o valor descontado já com o imposto. 

Mas ao contrário do que muitos pensam, a tabela IRRF 2020 não se restringe apenas em calcular o valor do desconto do salário do empregado, mas também pode ser utilizada para prêmios de loteria e fundos de investimento. 

✓ Acompanhe as novidades do Imposto de Renda 2020

O valor cobrado pelo IRRF vai depender de acordo com o salário recebido. As alíquotas cobradas variam entre 7,5% a 27,5% do salário mensal. A seguir, confira mais informações sobre!


Confira a Tabela IRRF 2020

Até o fechamento deste post, a tabela IRRF 2020 ainda não havia sido divulgada pelo Governo Federal. Desde 2015 essa tabela não sofre alterações.

Mas segundo o pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro, a tabela do IRRF passará por reajustes tendo como base a inflação atual. Isso por que a falta de correção na tabela prejudica principalmente os contribuintes de menor renda, já que eles poderiam estar na faixa de isenção, porém, são tributados 7,5% por causa da defasagem. 

Confira a seguir, a tabela que está atualmente em vigor:

Base de Cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a Deduzir do IR (R$)
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5% 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15% 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5% 636,13
Acima de 4.664,68 27,5% 869,36

 


Alíquotas da tabela IRRF 2020

Como você pôde notar, a tabela IRRF 2020 é formada por alíquotas, que fazem referência aos limites de cada contribuição. 

De acordo com as alíquotas, muitos brasileiros não precisam declarar o IR por estarem dentro dos requisitos de isenção. 

Desde 2015 nenhuma alteração na porcentagem das alíquotas foi feita. Veja a seguir, a que está atualmente em vigor:

  • Aqueles que ganham até R$1.903,98 mensal: isentos do pagamento;
  • Aqueles que ganham de R$1.903,98 até R$2.836,66: alíquotas de 7,5%;
  • Aqueles que ganham de R$2.836,66 até R$3.751,05: alíquotas de 15%;
  • Aqueles que ganham de R$3.751,06 até R$4.664,68: alíquotas de 22,5%;
  • Aqueles que ganham acima de R$4.664,68: alíquotas de 27,5%.

Como calcular o IRRF?

Tanto para os empregadores como empregado, é de suma importância saber como calcular o IRRF com base na tabela IRRF 2020. 

✓ Saiba como funciona o Imposto de Renda 2020

Como você já pôde perceber, todas as pessoas que recebem de a partir de 1.903,99 precisam fazer a declaração do seu imposto de renda. Veja a seguir, informações importantes de como realizar este calculo:

  • Consulte a tabela IRRF do ano vigente;
  • Verifique a porcentagem de desconto e contribuição do INSS, que vai de 8% a 11%;
  • Outra dedução que deve ser feita é em relação ao número de dependentes do contribuinte, que está atualmente fixado em R$189,59 por dependente;
  • Ciente dessas informações, realize o calculo abaixo:

Como calcular o IRRF?


Isenção do IRRF 

Existem alguns casos em que não é necessário realizar a declaração. São eles:

  • Pessoas com renda mensal de até R$ 1.903,98;
  • Portadores de doenças graves.

De acordo com a Lei nº 7.713/88, pessoas portadoras das doenças mencionadas abaixo, também não precisam declarar sua renda:

  • Doença de Parkinson;
  • AIDS;
  • Cardiopatia Grave;
  • Cegueira
  • Alienação Mental;
  • Contaminação por Radiação;
  • Doença de Paget em estado avançado (Osteíte Deformante);
  • Espondiloartrose anquilosante;
  • Esclerose Múltipla;
  • Fibrose Cística;
  • Tuberculose ativa;
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Neoplasia Maligna;
  • Hepatopatia Grave;
  • Hanseníase.
Avalie este artigo

Avaliação média: 5
Total de Votos: 7

Tabela IRRF 2020: Alíquotas, Cálculo IRPF, Atualizado